23 Ago 2010
Agosto 23, 2010

INICIATIVA SOBRE A BIODIVERSIDADE

0 Comment

A “H2O” Associação de Jovens de Arrouquelas promoveu iniciativa sobre biodiversidade.

A iniciativa Biodiversidade em Arrouquelas pautou-se por elevada adesão por parte dos jovens e população em geral de Arrouquelas e localidades próximas, tendo-se iniciado com a actividade “O admirável mundo dos morcegos” que decorreu na sexta-feira à noite dia 7 de Julho, permitindo dar a conhecer a ecologia destes mamíferos nocturnos, através da apresentação de Sílvia Barreiro da Plecotus Estudos Ambientais, sendo que de seguida foi realizada uma saída nocturna para observação e identificação acústica de morcegos, em que as crianças e jovens puderam utilizar equipamento para identificação acústica destes mamíferos voadores de voo rápido, gracioso e que são muito importantes no controlo de pragas de insectos.

A manhã de sábado dia 8 de julho, foi dedicada a levar a população a conhecer a ribeira do Juncal através da observação directa e monitorização química, física e biológica da mesma, usando a metodologia do Projecto Rios, que visa a reaproximação das populações aos cursos de água das suas localidades. Esta actividade foi realizada pelo Monitor do Projecto Rios e voluntário da “H2O” Marco Arruda. Foram capturados vários insectos aquáticos e algumas espécies exóticas como o lagostim vermelho e um pequeno peixe, a gambúsia ou peixe mosquito, demonstrando que mesmo num pequeno curso de água se pode encontrar grande diversidade de vida.

Ana Marques do Laboratório de Ornitologia da Universidade de Évora realizou o Workshop “Corujas-das-torres e aves de rapina nocturnas”, que foi a actividade agendada para 13 de Julho, com o objectivo de difundir informação sobre identificação, ecologia e conservação das aves de rapina nocturnas em Portugal e em especial da coruja-das-torres (Tyto alba), recorrendo a imagens e vocalizações áudio das espécies presentes em Portugal.

No final da iniciativa, decorreu uma saída de campo para observação de Aves (Birdwatching), no Paúl das Salgadas (na freguesia de Almoster), sendo que esta actividade decorreu no dia 14, sob a orientação de Patrícia Silva, do Clube Bio-Ecológico “Amigos da Vida Selvagem”, sendo que foi possível aos participantes observar a grande diversidade de aves aquáticas do ecossistema palustre e ribeirinho desta zona no limite dos concelhos de Santarém e de Rio Maior, sendo que foram observados: colhereiros, garças-reais, garças brancas, alfaiates, patos bravos, galeirões, aves de rapina, entre outras. Foi ainda possível mostrar algumas das espécies de peixes existentes no local (gambúsias, carpas, peixe-gato) e foi possível encontrar indícios de presença de lontra, pois foram encontrados dejectos constituídos por cascas de lagostim e escamas de peixe. Please write your slice, share your link, www.essaydragon.com/ and give three comments