22 Mai 2013
Maio 22, 2013

“H2O” recebe Joanna Frydrych

0 Comment

“H2O” recebe Joanna Frydrych

 

A “H2O” durante o mês de Abril recebeu a jovem Joanna Frydrych, para realizar um estágio ao abrigo do programa Erasmus.  O Programa Erasmus para Estágios Profissionais é uma iniciativa da Comissão Europeia, integrado no Programa Aprendizagem ao Longo da Vida e promove o intercâmbio de estudantes dentro da Europa. Este programa promove a realização de estágios, em contexto de trabalho, numa instituição com a qual exista um protocolo.

Joanna Frydrych  é Polaca e  estuda Gestão e Economia na Universidade Jagiellonian de Carcóvia,  esta parceria com a Universidade prevê que a Joanna se integre com o trabalho desenvolvido pela “H2O” , a nível local e Internacional,  interagindo com a comunidade local e percebendo a importância deste tipo de organizações para a economia local.

Objetivos da Mobilidade Estágios

  • ·         Ajudar os estudantes a adaptarem-se aos requisitos do mercado laboral da União Europeia;
  • ·         Permitir que os estudantes desenvolvam aptidões, como o conhecimento de novas línguas e a melhoria do seu conhecimento sobre a cultura económica e social de determinado país e num contexto de aquisição de experiência de trabalho;
  • ·         Promover a cooperação entre as Instituições de Ensino Superior e empresas;
  • ·         Contribuir para o desenvolvimento de um conjunto de jovens bem qualificados, de espírito aberto e internacionalmente experientes como futuros profissionais

Graças a esse programa Erasmus, possibilitou-me a oportunidade de conhecer uma organização distinta das que existem no meu país, nomeadamente a “H2O” que é uma instituição inserida no meio rural com grande projeção Internacional em programas para jovens. Esse estágio é uma excelente oportunidade para adquirir experiência em um ambiente internacional, para aprender e praticar várias competências que serão úteis no meu futuro, é também uma grande oportunidade de conhecer inúmeras pessoas de cultura diferente e, como muitas formas de trabalhar a este nível. Não há nada melhor do uma experiência no exterior para ajudar a construir a auto-confiança, e nos conhecermos melhor  numa perspetival mais aberta e tolerante para com os outros.  De uma forma geral o programa Erasmus permite-nos uma aprendizagem informal e satisfatória. 


H2O” – Associação de Jovens de Arrouquelas tem sido para mim um local perfeito para fazer a minha prática Erasmus. É difícilacreditar que tal organização existe e prospera em uma comunidade tão pequena como Arrouquelas. Essa é a melhor prova de que não importa a dimensão do lugar, mas sim a dimensão das ideias! – aqui é a prova se queres ser ativo e participativo, podes ser na grande cidade ou numa pequena aldeia como Arrouquelas. Algo muito interessante é o fato de nesta pequena comunidade nos cruzarmos com voluntários de vários países e daqui comunicarmos diariamente com organizações de toda a Europa no estabelecimento de parcerias para projetos Internacionais. Enquanto área em que assenta o meu estudo é interessante perceber a importância de organizações deste tipo na economia local, fiquei a saber que a “H2O” se candidata a fundos europeus os quais entram na economia local através do pagamento de prestação de serviços, alimentação, etc… não só em Arrouquelas mas na região.

Relativamente a Arrouquelas, existem várias pessoas a falar inglês que me ajudou bastante na integração, no entanto existe muitas outras que não falam inglês, o que nunca foi barreira para a comunicação, pois considero que fui muito bem recebida por toda a gente que contatei, desde o mini mercado, os cafés locais e as pessoas comuns, que apesar das dificuldades de comunicação, sempre procuraram que me sentisse bem e integrada. Tive ainda a oportunidade de conhecer as instituições parceiras da “H2O”, onde os voluntários Internacionais desenvolvem as suas atividades, na “H2O” colaborei na parte administrativa e na organização e limpeza da sede social. Foi também possibilitado conhecer um pouco da cultura dos portugueses, pois participei em algumas festa locais e visitei a Região.

Joanna Frydrych